segunda-feira, 6 de maio de 2013

Poemículo, cinco - Melô do Esquecido


Acomodo as lembranças
Em caixotes no porão.
Quando mais preciso delas,
Nunca sei onde estão.